Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

domingo, 30 de outubro de 2011

São Luís sediará a Feira do Artesanato Mundial



A cidade de São Luís receberá pela primeira vez a Feira do Artesanato Mundial (Fam). Promovida pela Charph Eventos, a Fam será aberta nesta sexta-feira, 04, no Espaço Renascença, e ficará em exposição até o dia 13 de novembro. Em exposição a cultura e o artesanato de mais de 20 países, dentre eles, Índia, Japão, Síria, Líbano, Senegal, Marrocos, Equador, Indonésia, Egito, Turquia, Quênia, Peru e Tunísia.

Para o diretor presidente da Charph Eventos, Charlton Gallisa, os objetos étnicos dão um tom de personalidade e sofisticação aos ambientes. “Há objetos e móveis deslumbrantes que são a cara do lugar em que foram feitos :Bali, Índia, Tailândia e África. Misturar as peças étnicas ao que você gosta naturalmente, e ao que já existe na sua casa, é a melhor pedida”, disse Gallisa.
A diretora executiva da Charph Eventos, Hilda Alves,informa que a Feira do Artesanato Mundial proporcionará aos visitantes a possibilidade de “viajar” em busca de novas culturas. “Com este evento trazemos diversos artigos artesanais típicos de cada país, de cada cidade turística representada na Fam, com diversas matérias primas, que são utilizadas paracriar peças de artes”, afirma.
A Feira do Artesanato Mundial surge como alternativa de lazer para os turistas presentes na capital maranhense adquirirem produtos vindos de diversos países, com destaque para os trabalhos de marchetaria com chifres e madre-pérola, aplicados em objetos de decoração e utilidades para o lar, vindos da Índia. “São vasilhas, pratos, talheres eaparelhos de jantar que irão encantar o público”, finaliza Hilda Alves.
Fonte: Jornal Pequeno

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas