Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

domingo, 24 de junho de 2012

Após "maratona", Itália vence Inglaterra nos pênaltis e pega Alemanha na semi

Parker puxa camisa do atacante italiano Balotelli na prorrogação do jogo
Parker puxa camisa do atacante italiano Balotelli na prorrogação do jogo

Após duas horas de bola e rolando, a Itália só conseguiu vencer a Inglaterra nas cobranças e pênaltis para garantir a classificação à semifinal da Eurocopa. Em um jogo movimentado e com mais de uma dezena de chances de gol, as duas seleções não saíram do 0 a 0. Nos pênaltis, os italianos erraram menos, apenas uma cobrança contra duas desperdiçadas dos ingleses, e levaram a vaga.

A Itália foi melhor durante a maior parte do jogo neste domingo. Com Balotelli, Pirlo e Cassano, o time deu mais de 30 chutes no gol de Hart. Nenhum deles entrou e o jogo só foi decidido nas cobranças de pênaltis, quando os ingleses Ashley Young e Ashley Cole desperdiçaram as cobranças e deram a vitória à Itália por 4 a 2.

Na próxima quinta-feira, os italianos enfrentarão a Alemanha, em Varsóvia. Um dia antes, acontece a outra semifinal entre Portugal e Espanha, em Donetsk.

O primeiro tempo da partida começou movimentado, com a Itália pressionando os ingleses e apostando, principalmente, em chutes de longa distância. Foi assim já no primeiro minuto de jogo, quando Balotelli bateu de fora da área, tentando surpreender Hart. O goleiro inglês defendeu com tranquilidade.

Dois minutos depois, a Itália chegou mais perto ao gol. Após receber a bola de Marchisio, De Rossi, de primeira, chutando de fora da área, mandou a bola na trave. Os ingleses responderam com Rooney. Aos 13 minutos, o atacante recebeu a bola na área e tocou de cabeça por cima do travessão. E assim foi durante todo o primeiro tempo, com chances de gol para as duas seleções.

Os times voltaram sem mudanças para o segundo tempo. A Itália começou ainda mais agressiva e teve pelo menos três chances de gol nos primeiros dez minutos. A Inglaterra atacava menos e tinha menos posse de bola que o rival.

Com a proximidade do final do tempo regulamentar, a Itália esfriou o seu ímpeto nos ataques. Os ingleses aproveitaram o recuo, passaram a frequentar mais o campo de ataque e criaram chances de marcar nos minutos finais. Foi assim aos 47 minutos do segundo tempo, quando Rooney tentou marcar de bicicleta, na pequena área. O atacante acertou na bola, mas ela subiu demais e passou por cima do gol de Buffon.  

Na prorrogação, o jogo seguiu tenso, com os dois times comedidos, mas criando chances de gol. A Itália seguiu com mais posse de bola, mas a Inglaterra levava perigo nas poucas vezes que chegava à área rival. Porém, aos 9 minutos do segundo tempo da prorrogação foram os italianos assustaram. Em jogada de Diamanti, Nocerino tocou para o gol de cabeça. O meia da Itália estava impedido e o lance foi anulado pelo árbitro.

Fonte: Uol Esporte


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas