Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

quinta-feira, 15 de março de 2012

Turquia diz que mil sírios cruzaram fronteira nas últimas 24h



Refugiados sírios caminham entre tendas em campo de refugiados na cidade fronteiriça com a Turquia, Boynuyogun, na província de Hatay, em junho de 2011. Cerca de mil refugiados sírios cruzaram a fronteira para a Turquia nas últimas 24 horas. Foto de arquivo 29/06/2011  REUTERS/Osman Orsal








GUVECCI, Turquia, 15 Mar (Reuters) - Cerca de mil refugiados sírios cruzaram a fronteira para a Turquia nas últimas 24 horas, um forte aumento no número de pessoas que fogem dos confrontos na Síria, e mais são esperadas enquanto as lutas continuarem na cidade de Idlib, próxima do país vizinho, afirmaram autoridades turcas nesta quinta-feira.
A Turquia se opôs a uma intervenção militar na Síria, mas destacou que a onda de refugiados é um dos fatores que podem provocar esforços para estabelecer uma "zona de segurança" dentro do território sírio.
Autoridades disseram que outro limite para a Turquia seria se as forças do presidente Bashar al-Assad começassem a massacrar outras cidades sírias. O país vizinho, entretanto, disse que não faria ações unilaterais e que qualquer iniciativa deveria vir da Liga Árabe.
"Em torno de mil pessoas cruzaram a fronteira da Síria com a Turquia nas últimas 24 horas", disse a autoridade. "Esperamos que isso (chegada de refugiados) prosseguirá enquanto as operações em Idlib continuarem".
Ativistas da oposição afirmaram que o Exército matou dezenas de pessoas na cidade de Idlib, enquanto rebeldes também mataram tropas do governo.
Autoridades turcas estimaram anteriormente que cerca de 200 a 300 sírios atravessavam a fronteira diariamente na semana passada, um acentuado crescimento.
Há em torno de 14 mil refugiados sírios registrados na Turquia e mais 2 mil pessoas que podem não estar registradas e que vivem com parentes.
A Turquia abrirá um novo campo de refugiados perto da cidade de Kilis, no sul, no mês que vem, para abrigar mais 10 mil sírios. Trabalhos começaram também em outro campo, perto do lado oriental da fronteira em Ceylanpinar, para 20 mil pessoas, de acordo com o oficial.
Isso faria com que a capacidade total para refugiados sírios atingisse 45 mil, mas as autoridades se recusaram a informar quantos estavam esperando.
A Organização das Nações Unidas disse nesta semana que cerca de 30 mil refugiados fugiram da Síria desde o início do conflito há um ano, enquanto centenas de milhares de pessoas estão deslocadas dentro do país. Outros refugiados foram principalmente à Jordânia e ao Líbano.
(Reportagem de Jonathon Burch)
Fonte: Agência Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas