Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

terça-feira, 17 de julho de 2012

Morre fundador da Ordem DeMolay no Brasil



O maçom Alberto Mansur, fundador da Ordem DeMolay no Brasil, morreu nesta terça-feira (17/07)
O maçom Alberto Mansur, fundador da Ordem DeMolay no Brasil, nos anos 1980, morreu nesta terça-feira (17/07), no Rio. A família não quis divulgar oficialmente a causa da morte nem o hospital, mas Mansur passou por delicada cirurgia de câncer na última semana. Sua saúde estava debilitada, e ele não se recuperou como era previsto.
A Ordem, patrocinada pela Maçonaria, é iniciática, e os jovens, de 12 a 21 anos, precisam ser convidados por um mestre maçom ou alguém ativo na sociedade maçônica para ingressar nela. O velório será nesta quarta-feira (18/07), das 9h às 21h, na capela 4 do Cemitério Memorial do Carmo, no Caju, e o corpo de Mansur será cremado na manhã da quinta-feira (19/07). Os DeMolays de todo o estado preparam uma homenagem ao “Tio Alberto Mansur”, como o chamavam.
Fonte: Lu Lacerda (IG)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas