Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

sábado, 11 de fevereiro de 2012

NOVA TECNOLOGIA FAZ IMAGEM 3D DA BIODIVERSIDADE AMAZÔNICA


Nova tecnologia faz imagem 3D da biodiversidade amazônica

NOVA TECNOLOGIA FAZ IMAGEM 3D DA BIODIVERSIDADE AMAZÔNICA

10 de fevereiro de 2012


Uma nova tecnologia de sensores, a bordo de aviões, permite a captura de imagens detalhadas e tridimensionais da floresta Amazônica. O sistema foi desenvolvido por pesquisadores do Instituto Carnegie do Departamento de Ecologia Global, da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.

A tecnologia chamada AToMS (Airborne Taxonomic Mapping System, ou Sistema Aéreo de Mapeamento Taxonômico) foi lançada no dia 2 de junho de 2011 e une um laser a dois tipos de espectrômetros - aparelho que mede distintas propriedades da luz. Assim são fornecidas dimensões do ecossistema químico, estrutural, de biomassa e da biodiversidade, com aplicações que variam de suaves mudanças climáticas ao manejo florestal sustentável e à conservação de habitats.

Por conta dos distintos espectros da luz que são capturados, em vez de um gigantesco tapete verde, o que se obtém é um retrato multicolorido da floresta – no caso, já foram fotografadas partes da floresta na Colômbia e no Peru. Quanto mais colorida a imagem, maior a variação de espécies encontradas. As cores também podem apontar, por exemplo, o índice de concentração de carbono, neste caso indicado pelo vermelho. Esse tipo de imagem ainda não foi feita na parte brasileira da Amazônia, pois são necessários mais investimentos no projeto.

Artigo relacionado

Observatório Carnegie Airborne

Fonte: History Brasil

2 comentários:

  1. Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Informática Online. Lucas

    ResponderExcluir
  2. Obrigado por prestigiar nosso blog, caro Lucas. Quanto ao site da Arth Informática, dei uma olhada e vi que o mesmo possui excelentes cursos a preços acessíveis. Uma ótima opção para quem pretende se reciclar e manter-se atualizado em relação aos conhecimentos na área de informática. Parabéns!

    ResponderExcluir

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas