Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

DESCOBERTO ANTIGO CONTINENTE SOB O OCEANO ÍNDICO

Descoberto antigo continente sob o Oceano Índico

Fragmentos de um antigo continente foram identificados nas profundezas do Oceano Índico, na região das Ilhas Maurício e Reunião, segundo um estudo publicado neste domingo pela revista Nature Geoscience. De acordo com a pesquisa conduzida por cientistas de várias universidades do mundo, este microcontinente, chamado de Mauritia pelos pesquisadores, se rachou e se dispersou à medida que o Oceano Índico se abriu e cresceu, há 83,5 milhões e 61 milhões de anos.

O material relacionado à descoberta do novo continente foi encontrado sob grandes quantidades de magma abaixo do fundo do mar, perto das ilhas. Foram examinadas a composição da areia do litoral da Ilha Maurício e encontradas rochas vulcânicas, de 9 milhões de anos, e também minerais de zircônio, de 660 milhões a 1,97 bilhão anos atrás.

Para os pesquisadores, fendas em continentes e dispersão de fragmentos estão, algumas vezes, ligadas a restos gigantescos de rocha fervente que “sobem” pelo magma sob a crosta terrestre, em um processo parecido com o do surgimento da lava dos vulcões.

Este fenômeno fragiliza as placas tectônicas por baixo e faz com que elas rachem. Esta seria uma das razões da separação do continentes, de acordo com a pesquisa, e isso teria 

acontecido nesta região do Oceano Índico. O microcontinente teria afundado sob o oceano, sendo soterrado pelos depósitos de magma ao longo do tempo.

De acordo com os cientistas esta mesma hipótese seria responsável pela separação do antigo supercontinente de Gondwana há mais ou menos 170 milhões de anos. Em Gondwana estariam os atuais territórios da África, Antártica, América do Sul e Índia.


Fonte: http://www.seuhistory.com/noticias.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas