Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

domingo, 24 de março de 2013

Google Glass poderá abrir a porta de garagens e ver status de geladeiras


O Google Glass impressionou muita gente com seu anúncio, mas, até agora, pouco se sabe sobre as maiores utilidades do dispositivo. A Google, entretanto, parece estar trabalhando bastante para lançar o aparelho no mercado já funcionando com vários outros dispositivos e ferramentas. Uma prova disso é a patente registrada pela empresa que detalha o possível controle de dispositivos domésticos através de reconhecimento visual.

Basicamente, o Google Glass poderia reconhecer as imagens de uma porta de garagem ou geladeira, por exemplo, e perguntar ao usuário o que ele deve fazer com isso. Para tal, seria necessário empregar aí tecnologias como Bluetooth e WiFi para permitir a comunicação entre os aparelhos. Com isso, você poderia abrir a porta da sua garagem apenas olhando para ela ou conferir informações da sua geladeira fazendo o mesmo.

Como se trata apenas de um registro de patente, não há garantidas de que a Google realmente vá usar esse sistema de reconhecimento de imagens por infravermelho (RFID) no Google Glass ou em qualquer outro produto da empresa. Ainda assim, os óculos inteligentes da companhia seriam os melhores companheiros para essa nova patente.

Fonte: tecmundo e Cesar JB Blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas