Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Lorena esbraveja contra Bernardinho


Oposto do Sesi-SP reclama da falta de oportunidades na seleção brasileira e dispara contra técnico: 'Ele é a mesma coisa que nada'















Conhecido pelo seu jeito explosivo em quadra, o oposto Lorena, do Sesi-SP, decidiu desabafar no mesmo tom contra o técnico Bernardinho. Reclamando da falta de chances na seleção brasileira de vôlei, o jogador admitiu que tem um estilo "agressivo". Mas diz que Bernardinho não foi honesto com ele.

“Nunca tive oportunidade na seleção brasileira. Minha grande angústia sobre o Bernardinho é sempre me julgar sem me conhecer. Para mim, ele é a mesma coisa que nada. Comigo ele não foi muito honesto”, disse em entrevista à Rádio Bradesco Esportes FM Rio.

Lorena comentou que muitos jogadores convocados pelo treinador não merecem mais chances do que ele. Lembrando que o oposto é um dos maiores pontuadores da Superliga e já foi pré-convocado por Bernardinho para a Liga Mundial de Vôlei 2012, mas na convocação final, seu nome ficou de fora.
  
“Eu não sei qual é o pensamento dele, ele sempre teve o grupo formado. Ele é um vencedor, mas eu deveria, no mínimo, treinar com o grupo da Seleção. Nunca quis me testar, ele sempre quis me criticar. Vejo tanto oposto convocado que não fez metade do que eu fiz. Eu queria saber o julgamento que ele tem sobre mim, pelo menos, para ser testado. De repente eu não tenho nível para a Seleção, mas acho que não é isso”, esbravejou.

Segundo o atleta, se depender do técnico, a “Família Bernardinho” nunca contará com Lorena.  “Não o conheço e não tenho nada para falar dele. Eu nunca fiz parte do grupo dele, ele me julgou por outras coisas e não pelo vôlei”, garantiu.

Jeito explosivo

Lorena é amado pelos torcedores do Sesi e odiado pelos rivais. Ele garantiu que é preciso ser agressivo para ser um grande atleta dentro das quadras.

“Sou agressivo sim e no esporte tem que ser assim. Estou ali para vencer e não para ser amigo de ninguém. Quando eu não tiver essa agressividade, eu vou ficar um pouco bolado. Não sou um cara difícil, sempre jogo nas maiores equipes”, concluiu.

Fonte: esporte.band.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas