Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

sábado, 18 de agosto de 2012

Irmãos gorilas se abraçam de modo emocionante após ficarem 3 anos afastados


JC

As fotografias mostram dois irmãos gorilas se abraçando como sinal de muita alegria ao se reencontrarem depois de três anos longe um do outro. O afeto é inconfundível. Eles reagem exatamente como irmãos humanos fariam se morassem longe e não se encontrassem por muito tempo.

Os biólogos do Jardim Zoológico de Dublin comentam que os dois irmãos foram criados juntos e um deles foi levado para o Zoológico de Londres. As imagens mostram claramente o vínculo de amizade e fraternidade.

Os irmãos Kesho e Alf, respectivamente 13 e 9 anos, possuem comportamento completamente diferentes. Kesho é extremamente dominante no seu grupo de quatro indivíduos. Alf é 4 anos mais jovem e possui a metade do peso de seu irmão, considerado muito tímido e cauteloso.

Os dois irmãos são muito diferentes, assim como ocorre muitas vezes com irmãos humanos, mas eles sabem respeitar o limite e qualidade um do outro. Mesmo criados juntos por pouco tempo, a distância não foi suficiente para quebrar o vínculo familiar instintivo que é crucial para a sobrevivência.

Na vida selvagem, reconhecer quem é seu amigo ou irmão é importantíssimo para saber se é necessário comportamento de defesa por um indivíduo estranho que invadiu o território.
Uma cena bastante familiar para nós humanos ocorreu em um zoológico
As imagens emocionaram o público que acompanhou o reencontro e ganharam o mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas