Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

domingo, 13 de maio de 2012

Câmera fotográfica alcance valor recorde de R$ 5,48 milhões



O protótipo de uma câmera fotográfica foi vendido neste sábado por 2,16 milhões de euros (R$ 5,48 milhões) em um leilão na Áustria. Este foi o preço mais alto já pago por uma câmera fotográfica.

O protótipo é um dos 25 modelos que foram criados em 1923 como parte do esforço para a fabricação da famosa câmera Leica A – o primeiro modelo compacto de máquinas com filmes de 35 milímetros a se popularizar.

Conhecida como "série zero", apenas doze modelos do tipo existem hoje.

A câmera foi arrematada por um comprador anônimo na Galerie Westlicht, em Vienna. O lance inicial foi de 300 mil euros, e os donos da máquina esperavam receber apenas o dobro deste valor.

Mas o preço continuou subindo até atingir 1,8 milhões de euros (R$ 4,57 milhões). O restante do preço final inclui comissões e impostos.

História 

O valor mostra que câmeras fotográficas têm atraído cada vez mais a atenção de colecionadores ricos.

Um outro modelo da "série zero" havia sido arrematado por 1,32 milhões de euros. Há cinco anos, o mesmo modelo foi comprado por apenas 336 mil euros.

A empresa alemã Leica, especializada em lentes e microscópios, foi fundada em 1849. O engenheiro ótico Oskar Barnack, que trabalhava na divisão de microscópios da empresa, fazia fotografias amadoras.  Como sofria de asma, ele quis criar uma câmera leve que pudesse ser carregada facilmente para todos os lugares.

Identificando o potencial nos filmes de 35mm – os mesmos usados pela indústria fonográfica – Barnack desenhou protótipos da Leica entre 1908 e 1923. Muitas das imagens tiradas neste período sobreviveram ao tempo.

Ao apresentar a ideia aos seus chefes, 25 modelos da "série zero" foram produzidos em uma fase de testes. Os protótipos não convenceram totalmente os donos da Leica, mas mesmo assim eles resolveram apostar no produto, lançando mil unidades da Leica A em 1925.

Em 1932, 90 mil Leicas já haviam sido vendidas. Até hoje a empresa é uma das principais fabricantes de câmeras no mundo.

Fonte: Último Segundo IG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas