Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

terça-feira, 10 de abril de 2012

Robert Crumb tem, em Paris, sua maior retrospectiva


Mais de 700 desenhos e 200 revistas compõem a exposição que tem início no dia 13 de abril na capital francesa


Retrospectiva com obras do cartunista americano Robert Crumb ganha espaço no Museu de Arte Moderna da Cidade de Paris. Mais de 700 desenhos e 200 revistas compõem o acervo da mostra, que é considerada a maior da história dedicada ao ilustrador, reconhecido como um dos fundadores do movimento underground dos quadrinhos americanos.
A exposição é concebida em torno das obsessões de Crumb: O amor, o ódio, o medo das mulheres e a música, tendo como moldura a sua ótica singular que retrata com crueza o mundo moderno e suas introspecções.
Crumb dedicou-se ao desenho desde os 7 anos de idade. Criou seus heróis, Fritz the Cat e Mr. Natural respectivamente em 59 e 67. Desde então, trabalhou em publicações de revistas, inaugurando a revista Zap inteiramente com os seus trabalhos, na sua primeira edição, e liderando a revista Weirdo, a partir de 1980, onde ilustrava escritos de Sartre e Bukowski.
A mostra disponibiliza, além de obras e documentos raros, o documentário Crumb, de Terry Zwigoff, de 1994.
Onde: Museu de Arte Moderna da Cidade de Paris
Quando: 13/4 a 19/8
Quanto: 8 €
Fonte: Revista Cult

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas