Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Corinthians vira para cima do Flamengo e retoma a liderança do campeonato brasileiro

Foi sofrido, mas o Corinthians conseguiu vencer o Flamengo nesta quinta-feira, por 2 a 1, de virada, no estádio do Pacaembu, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, e recuperou a liderança da competição, que estava com o São Paulo.

Com este resultado, o time alvinegro chegou aos 43 pontos, dois a mais que o rival paulista e o Vasco. Já o Flamengo se mantém com 36 pontos, na quinta colocação.
Rubens Cavallari/Folhapress
Liedson comemora um de seus dois gols na vitória do Corinthians sobre o Flamengo; clique para ver mais fotos
Liedson comemora um de seus dois gols na vitória do Corinthians sobre o Flamengo; clique para ver mais fotos
Mas não foi fácil para o Corinthians conquistar este triunfo. Depois de perder inúmeras chances de gol, viu Deivid abrir o placar aos 28min do primeiro tempo. Depois do intervalo, Liedson, aos 17min, deixou tudo igual.
Aos 43min, o atacante aproveitou um cruzamento de Willian e decretou a vitória alvinegra, que só não foi maior por causa do bom desempenho do goleiro Felipe. Na próxima rodada do Nacional, o Corinthians visita o Fluminense, enquanto o Flamengo recebe o Atlético-PR.
O JOGO
Tite confirmou o ataque com Emerson e Liedson. Alex ficou na armação de jogo. Do outro lado, Ronaldinho era a grande aposta de Luxemburgo. E o grande medo do time paulista. Mas o meio de campo rubro-negro não funcionou na primeira etapa e a bola não chegou ao ataque.
A equipe visitante não conseguiu encontrar uma saída para chegar ao campo ofensivo. Tanto pelo nervosismo no toque de bola quanto na eficiência da marcação do adversário. Desse modo, o domínio do Corinthians foi absoluto. Emerson teve a primeira chance para marcar logo com um minuto de jogo.
Paulinho tentou de fora da área, Liedson e Alex chegaram na bola área, mas, como um problema comum no Corinthians, falharam nas conclusões a gol. E o ditado "quem não faz, toma" apareceu pelo Pacaembu.
Ricardo Nogueira/Folhapress
Ronaldinho é marcado de perto por Alessandro, no confronto entre Corinthians e Flamengo, no Pacaembu
Ronaldinho é marcado de perto por Alessandro, no confronto entre Corinthians e Flamengo, no Pacaembu
Depois de ver Thiago Neves criar a primeira chance de gol para o Flamengo aos 27min, Deivid abriu o placar no lance seguinte. Ronaldinho cobrou escanteio e o atacante, livre de marcação na pequena área, empurrou para as redes. Foi um raro ataque do Fla e um balde de água fria no Corinthians.
Depois disso, o time rubro-negro acertou sua marcação e o meio de campo dos mandantes travou. Após o intervalo, Luxemburgo adiantou a marcação e dificultou a saída de bola do adversário. Mesmo assim, o Corinthians teve mais volume de jogo e criou boas oportunidades para empatar.
E o gol saiu em um vacilo da defesa do Fla. Aos 17min, Alessandro cobrou lateral, a zaga não afastou e Liedson, no centro da área, mandou para as redes. Luxemburgo viu a necessidade de dar mais gás ao seu time, e por isso colocou Luiz Philipe, Bottinelli e Fierro.
Tite respondeu com Danilo e Welder. O Corinthians pressionou em busca do segundo gol, enquanto o Flamengo explorou os contra-ataques Aos 36min, Willian, que entrara na vaga de Jorge Henrique, só não marcou num chute cruzado porque parou em grande defesa de Felipe.
Mas, aos 43min, a torcida corintiana finalmente explodiu. Willian cruzou da direita e Liedson, de primeira, mandou para as redes. Festa alvinegra no Pacaembu. O Flamengo completa sete jogos sem vencer e vê o título mais distante.

Fonte: folha.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas